quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Aproveitar a vida

     Você aproveita a vida?
     É muito comum ouvir as pessoas, e principalmente os jovens, dizendo que querem aproveitar a vida. E isso geralmente é usado como desculpa para eximir-se de assumir responsabilidades.
    Mas, afinal de contas, o que é aproveitar a vida?
    Para uns é matar-se aos poucos com as comilanças, bebidas alcoólicas, fumo e outras drogas.
      Para outros é arriscar a vida em esportes perigosos, noitadas de orgias, consumir-se nos prazeres carnais.
     Talvez isso se dê porque muitos de nós não sabemos porque estamos na Terra. E por essa razão desperdiçamos a vida em vez de aproveitá-la.
     Certo dia, um jovem que trabalhava em uma repartição pública na companhia de outros colegas que costumavam reunir-se todos os finais de expediente para beber e fumar a vontade, foi convidado a acompanhá-los.
     Ele agradeceu e disse que não bebia e que também não lhe agradava a fumaça do cigarro. Os demais riram dele e lhe perguntaram, com ironia, se a religião não lhe permitia, ao que ele respondeu: “a minha inteligência é que me impede de fazer isso”.
    E que inteligência é essa que não lhe permite aproveitar a vida? Perguntaram os colegas.
   O rapaz respondeu com serenidade: “e vocês acham que eu gastaria o dinheiro que ganho para me envenenar?
   Vocês se consideram muito espertos, mas estão pagando para estragar a própria saúde e encurtar a vida, que para mim é preciosa demais.
   Observando as coisas sob esse ponto de vista, poderemos considerar que aproveitar a vida é dar-lhe o devido valor.
   É investir os minutos preciosos que Deus nos concede em atividades úteis e nobres.
   Quando dedicamos as nossas horas na convivência salutar com os familiares, estamos aproveitando bem a vida.
   Quando fazemos exercícios, nos distraímos no lazer, na descontração saudável, estamos dando valor à vida.
   Quando estudamos, trabalhamos, passeamos, sem nos intoxicar com drogas e excessos de toda ordem, estamos aproveitando de forma inteligente as nossas existências.
   Quando realmente gostamos de alguma coisa, fazemos esforços para preservá-la. Assim também é com relação à vida. E não nos iludamos de que a estaremos aproveitando acabando com ela.
   Se você é partidário dessa idéia, vale a pena repensar com seriedade em que consiste o aproveitamento da vida.
   E se você acha que os vícios lhe pouparão a existência, visite alguém que está se despedindo dela graças a um câncer de pulmão, provocado pelo cigarro.
    Converse com quem entrega as forças físicas a uma cirrose hepática causada pelos alcoólicos.
    Ouça um guloso inveterado que se encontra no cárcere da dor por causa dos exageros na alimentação.
   Visite um infeliz que perdeu a liberdade e a saúde para as drogas que lhe consomem lentamente.
   Observando a vida através desse prisma, talvez você mude o seu conceito sobre “aproveitar a vida”

  A busca dos prazeres só por ter prazer é um sinal de tumulto interior, uma ilusão de felicidade. Aqueles que procuram por prazer têm descoberto várias vezes, durante o curso da história, que as diversões temporárias da vida trazem desespero mais profundo. Aquele sentimento irritante de “algo está errado” é difícil de combater. O Rei Salomão se entregou a uma busca de tudo que esse mundo tem a oferecer, e registrou seus descobrimentos no livro de Eclesiastes.

    Salomão descobriu que conhecimento, por si só, é fútil (Eclesiastes 1:12-18). Ele descobriu que prazer e riquezas são fúteis (2:1-11), que materialismo é uma tolice (2:12-23), e que riquezas são passageiras (cap. 6).

   Salomão conclui que a vida é um presente de Deus (3:12-13) e que a única forma sábia de viver é temendo a Deus: “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más” (12:13-14).

  Em outras palavras, há mais para essa vida do que a dimensão física. O Senhor Jesus enfatiza isso quando diz: “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mateus 4:4). Não o pão (o físico), mas a Palavra de Deus (o espiritual) é o que nos mantém vivos.
” O homem só pode achar vida e realização quando Ele reconhece a existência de Deus.

Na fé,compartinhando!

3 comentários:

Andreia Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andreia Garcia disse...

Ola!! Gsotei muito do seu blog..Tudo muito lindo, bem colorido e cheio de vida.
Tambem, ja estou acompanhando..ok? Olha, se puder divulgar o meu.. ficarei grata.
Beijinhos.

Rose disse...

Olá Andreia,fico imensamente feliz com sua visita e por teres gostado.Divulgarei sim.Bjs carinhosos prá ti!

Postar um comentário

Muito obrigada! Sua presença e comentário me deixa muito feliz.Que Deus derrame toda sorte de bençãos e conceda os desejos do seu coração.
Lembre-se;Nosso Deus é fiel.
Beijos com carinho,Rose.

Labels

2011 x 2012 2012 21 dias Admiração adversidades aflições agradecer alegria aliança alicerce alma Alto alvo amanhã AMC Amigos amizades amor amor desinteressado Angola ânimo Ansiedade aparência aprendizado atitudes autoconfiança benção bom bons olhos busca buscar centro comparações Compartilhar? Porque? compassivo comportamento comunhão Conduzir confianca confiança confiar coração coragem crer crescimento criança criticas Daniel Decisão depois Desânimo determinação Deus Deus e eu Deus é fiel diferença diferença. diferenças Dificuldade disperdicio distante doçura dúvida educação egoísmo Eis-me aqui Senhor elogios encontro Encontro com Deus Engano Entrega escolha esforço esperança Espiríto Santo estourar eu familia Fé e comunhão Fe sem resultados fimesa Força fracasso Glória a Deus gratidão hoje ide e pregai importância incansável influência Insatisfação insistir Intercessor Interior Intimidade intrepidez irmãos Jejum Julgamento lição livre arbitrio livre arbítrio Louvores;início de conversão lutas lute maldição Meditação melhor Melhor forma de proceder Meu batismo nas águas Meu selinho Milagre Minha experiência com Deus na vida sentimental Minha primeira experiência com o Espírito Santo Minha viagem a Israel Minissérie José do Egito Minissérie Rei Davi mudança mudar Mulher não temas O poder da fé olhar oração orgulho Paciente Palavras paz pecado permanecer Perseverar perto pessoas Pessoas bem sucedidas piedade planos Plantar o bem poder prioridade prosseguir Quando Deus escolhe alguém Raiz do mal reclamação reclamar Reflexão regar Regras regras básicas relacionamento Renovação renuncia renúncia resistir responsável resposta rever revestir revolta ruim sabedoria Saber viver sacrificio salvação satisfação Senhor servir stress suportar temor Tempo Timidez Tolerância valor valor a vida valorizar vazio vencedor vencer Vida Vida a dois Video vigiar vigilância Virtudes Vitima vitória viver Você volta por cima Vontade Zelo